• Publicidade

Saiba o que é e como a Quiropraxia pode lhe ajudar

QuiropraxiaA quiropraxia é considerada uma forma de medicina alternativa. O profissional de quiropraxia (quiroprático) é direcionado ao tratamento de doenças neuromusculares, com ênfase no ajuste e correção da coluna vertebral. As técnicas da quiropraxia visam reduzir a dor e melhorar a funcionalidade do paciente, bem como orientá-lo sobre exercícios e cuidados relevantes ao bem estar vertebral.

Os quiropráticos usam suas mãos para tratar os distúrbios dos ossos, músculos e articulações. Tratamentos que envolvem o uso das mãos dessa forma são chamados de “terapias manuais”. Alguns profissionais de quiropraxia oferecem outros tratamentos alternativos, como por exemplo a acupuntura.

Na maioria das vezes, as pessoas procuram a quiropraxia para aliviar as dores nas costas e no pescoço, embora essa prática pode ser benéfica para desconfortos em outras partes do corpo. Vale ressaltar que as técnicas da quiropraxia não são baseadas em estudos ou evidências, por isso, alguns cientistas não reconhecem os benefícios da prática.

História da quiropraxia

A quiropraxia foi estabilizada como uma profissão de saúde no Estados Unidos, no ano de 1895 por uma canadense chamado Daniel David Palmer, um curandeiro local.

O criador dessa prática argumentou que a maioria das doenças são causadas por desalinhamentos da coluna vertebral, que resultam em uma pressão sobre os nervos circundantes. Esses desalinhamentos foram chamados de “subluxações”, e se acreditava que eles bloqueavam o fluxo de natural da energia que percorre pelo corpo.

A correção dessas subluxações, segundo Daniel David Palmer, poderia restaurar esse fluxo e então melhorar a saúde.

Como a quiropraxia é realizada?

Normalmente, sua primeira consulta com um quiroprático irá envolver a avaliação da sua saúde geral, do histórico médico assim como a realização de uma exame físico. Como parte dessa avaliação, o profissional pode:

  • Perguntar sobre seus sintomas;
  • Perguntar sobre seu estado de saúde atual;
  • Perguntar se você teve algum problema de saúde recente;
  • Examinar sua coluna;
  • Examinar sua postura.

Um exame de radiografia (raio-X) pode ser realizado para encontrar um possível problema. Se o quiroprático suspeitar que você esteja com uma condição de saúde grave, ele irá lhe aconselhar a procurar um médico.

Não use uma visita ao quiroprático para substituir uma visita ao médico. Uma vez que o profissional de quiropraxia realiza o diagnóstico, lhe será recomendado seguir um plano de cuidados e tratamentos.

Condições tratadas pela quiropraxia

Os quiropráticos utilizam uma série de técnicas não cirúrgicas para tratar os pacientes que apresentam certos tipos de:

  • Dor nas costas;
  • Dor nas pernas;
  • Dor no pescoço;
  • Dor de cabeça;
  • Lesões esportivas;
  • Lesões derivadas de acidentes;
  • Distensões musculares;
  • Dor nas articulações.

A maioria dos quiropráticos trabalham em conjunto com outros profissionais e especialistas da coluna vertebral, sempre presando pela melhora dos pacientes. Se for necessário, o quiroprático irá lhe encaminhar para um médico.

A quiropraxia funciona?

Não há evidências que provam os benefícios que essa prática traz à saúde, exceto para certos tipos de dor nas costas. Até o presente momento, os estudos realizados não foram suficientes para reivindicar sua eficácia.

No entanto, os indícios e as evidências dos benefícios da quiropraxia são baseados principalmente no relato dos pacientes. As terapias manuais, incluindo a manipulação das vértebras, podem funcionar para o tratamento das condições musculoesqueléticas que envolvem os ossos, tecidos e articulações.

De uma maneira geral, as evidências para intervenções quiropráticas sobre as dores e incômodos são relativamente fracas, e não parecem ser mais eficazes do que os tratamentos convencionais, que incluem analgésicos, exercícios e fisioterapia.

Para concluir, é importante frisar que há profissionais e profissionais, ou seja, antes de consultar um quiroprático pesquise suas qualificações e o relato de seus pacientes. A internet hoje lhe fornece essas informações. Do mesmo modo, cada caso é um caso, essa prática pode aliviar suas dores como pode não apresentar resultados. Para todos os casos, consulte um médico.

O artigo foi útil para você? Comente, curta ou compartilhe.

Leia também:
Saiba como prevenir e tratar a hérnia de disco
Sem grana para academia!? Descubra os benefícios da caminhada
Você conhece as terapias alternativas? Sabia que elas podem te ajudar na busca pela cura?

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

  • Publicidade