• Publicidade

Envelhecimento Precoce: quantos anos tem a sua pele?

Quantos anos você tem? As pessoas costumam achar sua aparência mais nova ou mais velha que sua idade cronológica? Muita gente sofre com o envelhecimento precoce da pele, as vezes por não ter se prevenido quando mais novo, em outras ocasiões por não saber como tratar os males que o tempo causou.

A pele é o maior órgão de nosso corpo, revestindo toda a superfície dos músculos e órgãos e servindo como um escudo contra as intempéries do tempo, sujidades, etc. Sabe aquela expressão “Você não deve julgar um livro pela capa”? A pele é justamente a nossa capa.

Segundo os dermatologistas, o envelhecimento precoce é o aumento da oxidação celular, resultando na degradação do colágeno da pele, deixando-a flácida, com rugas, sulcos, manchas e sardas.

Quer saber como prevenir ou tratar o envelhecimento precoce? Deseja uma “pele de pêssego”, lisinha e sem manchas?

Fatores que causam o Envelhecimento Precoce

envelhecimento precoce

Antes de saber como deixar sua pele mais linda e sedosa, vamos primeiro entender contra o que estamos lutando. Veja abaixo 8 fatores que podem levar ao envelhecimento precoce:

  1. Fatores genéticos

Os radicais livres são as moléculas responsáveis pelo envelhecimento. O equilíbrio entre enzimas antioxidantes produzidos pelo organismo e radicais livres, é o que nos leva a ter uma aparência mais jovial.

Infelizmente, por mais que nos cuidemos, cada indivíduo possui um metabolismo diferente. Consequentemente lidando contra os radicais livres e o tempo de maneira particular.

  1. Alta exposição ao sol

Mais de 50% dos processos de enfraquecimento cutâneo se devem à exposição solar durante a vida. A radiação ultravioleta não só provoca a oxidação da pele, mas destrói as fibras de colágeno, interferindo na textura, elasticidade e cor da tez. Com certeza o sol é o maior vilão dessa lista.

  1. Maus hábitos alimentares

Assim como o sol é o mais perigoso fator extrínseco, uma má alimentação pode ser considerada o pior agressor intrínseco da nossa pele.

Diversos nutrientes necessários para a manutenção das células de colágeno e elastina podem ser encontrados no supermercado, basta você ir até a seção correta.

Os carboidratos e açucares dos alimentos industrializados devem ser evitados, eles causam rigidez do tecido, envelhecendo sua aparência. Além do aumento da oleosidade e acnes.

Já as proteínas encontradas nas carnes magras são fundamentais nos processos celulares de formação e renovação do colágeno.

Adicione também gorduras do bem (amêndoas, nozes e castanhas), frutas e vegetais na sua alimentação. Essas iguarias trazem consigo selênio, vitaminas A, C e E, essenciais na preservação da saúde dermatológica.

  1. Tabaco e Álcool

Primeiramente vamos deixar bem claro que fumar e beber em excesso não fazem bem à saúde de modo geral.

Mas voltando a falar da pele, em fumantes as rugas e linhas de expressão aparecem de 10-15 anos mais cedo. O motivo disso acontecer é que a fumaça do cigarro é altamente prejudicial à pele, deixando-a mais propicia a sofrer com todos os outros agentes envelhecedores.

Já o álcool prejudica, principalmente, a textura e a cor da pele. O consumo de bebidas alcóolicas, aos poucos, vai depositando toxinas nas camadas dermatológicas mais profundas, degradando a pele de dentro para fora. Juntando-se a isso, beber demais resulta em olheiras e bolsas abaixo dos olhos.

  1. Falta de hidratação

Sabe aquela pele rachada do inverno? Isso é causado pela falta de hidratação.

E aqui, não estamos falando somente da escolha de um creme hidratante que atenda às necessidades do seu tipo de pele. Mas também da essencialidade da hidratação endógena, ou seja, beber 2-2,5 litros de água todos os dias.

  1. Expressões faciais exageradas

Mas… o que são expressões faciais exageradas? Sabe aquela gargalhada de espremer os olhos? Ou aquela cara de brava, com um “risquinho” no meio da testa?

Todas essas movimentações utilizam os músculos faciais e, quando você faz com que esses músculos fiquem muito tempo em determinada posição. Com o rosto franzido, por exemplo, as rugas e marcas de expressão surgirão mais cedo.

  1. Dormir mal, estresse e ansiedade

É durante o sono que acontecem diversos processos de renovação celular, como a produção e liberação de hormônios e enzimas.

Dentre os hormônios liberados durante a noite está o GH (hormônio do crescimento), conhecido como também como agente antienvelhecimento.

O sono também regula a produção do cortisol, igualmente associado ao estresse e a ansiedade, que degrada as moléculas de colágeno.

Por isso dormir bem, evitar passar por episódios de estresse e ansiedade são primordiais para quem quer ter a pele mais jovem. Algumas doenças de pele, tal como o vitiligo, são derivadas de problemas emocionais.

  1. Depressão

Estudos demonstram que a tristeza profunda da depressão pode até mesmo afetar o nosso DNA. Ok, mas como isso envelhece a pele? A tristeza diminui o tamanho dos telômeros, estruturas presentes no DNA responsáveis pelo tempo de vida das células. Por isso pacientes com depressão tem uma aparência mais “apagada”, com a pele seca e o cabelo mais quebradiço.

 

Como evitar o Envelhecimento Precoce?

Agora que já sabemos quais são os agentes do envelhecimento da pele, combate-los é bem mais fácil.

Tratamentos caseiros

  • Uso constante de filtro solar. E lembre-se de retocar várias vezes ao dia, principalmente se a exposição for direta, como um dia na praia.
  • Sempre tirar a maquiagem antes de dormir. Aliás, compre sempre produtos de boa qualidade e fique de olho nos prazos de validade (nunca use maquiagem vencida).
  • Usar cremes hidratantes adequados ao seu tipo de pele.
  • Beber bastante água (2-2,5 litros/dia).
  • Alimentar-se e dormir bem.

Tratamentos estéticos

tratamentos estéticos contra o envelhecimento precoceSe sua pele realmente não está legal, ou os tratamentos caseiros não estão funcionando. Existem opções que podem ser encontradas em clinicas de estética, como:

  • Carboxiterapia
  • Preenchimento facial
  • Laser CO2 fracionado
  • Peeling
  • Vacina anti-idade
  • Tratamentos à base de ácidos (ácido retinóico, glicólico e kójico)
  • Botox

Cuide bem de sua pele, afinal é ela quem te protege. Gostou do artigo? Curta e compartilhe. Tem mais alguma dica? Quer dividir alguma história conosco? Deixe seu comentário.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

  • Publicidade