• Publicidade

Eczema – Descubra quais as causas, sintomas e o tratamento para o problema

O eczema é uma espécie de inflamação na pele, que pode gerar um certo incômodo devido aos seus sintomas, além de estar às vezes presente em áreas onde a estética fica prejudicada, como no rosto. O mais comum é ocorrer episódios de eczema nas mãos e braços, onde o contato com agentes causadores é frequente. Mas devemos informar desde já que não há um único tipo de eczema, que ele tem tratamento e pode ser evitado com alguns cuidados. Tudo isso iremos explicar melhor ao longo deste artigo, reunimos informações úteis sobre o assunto e que vão te ajudar a saber qual atitude tomar caso esteja passando pelo problema. Confira!

Descobrindo o problema

eczema

É essencial saber se o seu problema de pele se trata do eczema. Isso porque seus sintomas podem ser facilmente confundidos com alergias ou outras doenças mais comuns. Para que esse diagnóstico seja mais preciso, o ideal é procurar por um médico especialista – no caso um dermatologista – e expor os sintomas.
Há dois tipos de Eczema , veja a diferença entre eles:

  • Eczema de contato: Esse é o tipo mais comum e que se manifesta devido ao contato com algum tipo de agente causador. Seu teor é alérgico e isso significa que não é contagioso. Os agentes causadores são diversos e mudam de pessoa para pessoa. Mas geralmente envolvem cremes, sabonetes, perfumes e outros cosméticos. Ele é completamente imprevisível na maioria dos casos, porém, é possível que os sintomas desapareçam assim que o agente for removido da atividade diária.
  • Eczema de atópico: Já o eczema atópico é hereditário e não depende de fatores externos para se manifestar. Ocorre mais em crianças pequenas e aparece em forma de crises, que são amenizadas com o tempo e com o tratamento correto. Mais uma vez, a ajuda de um profissional será fundamental para diminuir o desconforto que os sintomas causam, especialmente em bebês, que não têm o controle de não coçar, fazendo com que o problema se agrave.

Agora que você já sabe que existem dois tipos de eczema, vamos listar os sintomas principais dele, lembrando que eles podem diferir de acordo com o tipo. Você precisará relatar ao médico desde quando os sintomas apareceram e se eles são frequentes. Isso é importante para determinar se o problema é agudo ou crônico e também se de contato ou atópico. Assim o tratamento será mais direcionado e eficaz. Os sintomas mais comuns são:

  •  Muita coceira, que chega a incomodar além do comum.
  • Vermelhidão na pele, que pode ser simples ou grave.
  • Bolhas que podem ser grandes ou pequenas.
  • Feridas, crostas e descamação devido à coceira intensa.

Qual o tratamento do Eczema?

Como é possível notar pelos sintomas, o eczema pode ser um problema bastante desagradável, causar baixa autoestima se for em regiões como o rosto, além de ser muito incômodo devido às coceiras e aos episódios de vermelhidão intensa. Então, o tratamento se torna a saída mais esperada e como ele será conduzido depende muito de cada profissional e da gravidade da inflamação.
Geralmente, o paciente é orientado a comprar pomadas para passar no local atingido, além de medicamentos via oral, como:

  • Anti-histamínicos
  • Corticoides
  • Em alguns casos a fototerapia é indicada, utilizando raios UV direto no local.

Cuidados para evitar o Eczema e diminuir o desconforto

Além do tratamento indicado por um profissional de dermatologia, é importante que o paciente tenha alguns cuidados com o eczema, a fim de diminuir o desconforto, como usar roupas mais leves e de algodão para amenizar a coceira, tentar melhorar a alimentação e optar por frutas e legumes na dieta e tentar identificar agentes que piorem o quadro para evitá-los sempre que possível. Outra dica importante é não coçar a área e, se for inevitável, procure apenas esfregar com a ponta dos dedos e nunca com a unha.
O que é preciso ser dito é que o eczema não possui cura comprovada, porém, é perfeitamente fácil de ter uma vida normal e bastante possível diminuir as crises com as dicas que trouxemos neste artigo. Todas elas valem para os dois tipos do problema e podem ser aliadas de uma vida mais saudável.

Por fim, devemos lembrar que você jamais deve se automedicar e que qualquer tipo de tratamento deve ser feito de forma responsável e aconselhada por um médico especialista na área. Não procure remédios caseiros sem aconselhamento profissional, pois o eczema pode piorar e se tornar mais difícil de ser tratado.

Gostou do artigo de hoje? Compartilhe com seus amigos! E se você sofre com o problema, não deixe de relatar sua experiência aqui no blog, afinal, ela pode servir de ajuda para alguém que esteja passando pela mesma situação. Até a próxima.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

  • Publicidade