• Publicidade

Diarreia: Quais são as causas, os sintomas e os tratamentos

DiarreiaCaracterizada principalmente pelas fezes aquosas, a diarreia é uma condição que exige frequentes visitas ao banheiro. Eventualmente, todos nós iremos apresentar um quadro de diarreia, sendo que geralmente ela dura poucos dias e desaparece sem a necessidade de um tratamento. É importante que você saiba que a diarreia é classificada em:

Diarreia aguda

A diarreia aguda ocorre quando a condição dura de um a dois dias, normalmente como resultado de uma infecção viral ou bacteriana. Porém, algumas vezes, pode ser devido a uma intoxicação alimentar.

Diarreia crônica

A diarreia crônica se refere à uma diarreia que tem duração de no mínimo quatro semanas. Geralmente, ela é resultado de uma doença ou de um distúrbio intestinal.

Causas da diarreia

Uma série de condições ou circunstâncias podem ser o motivo da diarreia, dentre as quais incluem:

  • Intolerância alimentar, tal como intolerância à lactose;
  • Alergia alimentar;
  • Uma reação adversa a um medicamento;
  • Uma infecção bacteriana;
  • Uma infecção viral;
  • Uma infecção por parasitas;
  • Uma doença intestinal.

O Rotavírus é uma das causas mais comuns de diarreia na infância. As infecções bacterianas devido a Salmonella também são frequentes.

Sintomas da diarreia

A diarreia em si é muitas vezes um sintoma de uma doença adjacente. No entanto, quando apresentada, outros sintomas podem ser experimentados, que incluem:

  • Dores abdominais;
  • Náusea;
  • Cólicas;
  • Inchaço na região abdominal;
  • Febre;
  • Fezes acompanhadas de sangue;
  • Desejo frequente de ir ao banheiro;
  • Grande volume de fezes (geralmente aquosas).

A desidratação pode vir a ocorrer devido a rápida perda de líquidos durante um quadro de diarreia. Caso isso aconteça, você pode apresentar os sintomas da desidratação, que incluem:

  • Mucosas ressecadas;
  • Fadiga;
  • Dores de cabeça;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Tonturas;
  • Diminuição da micção;
  • Aumento da sede;
  • Boca seca.

É importante que você beba muito água, mesmo se estiver sem sede. No caso de bebês e crianças mais pequenas, é necessário cuidados extras. Procure ajuda médica imediatamente se qualquer uma das condições seguintes se aplicarem ao seu filho:

  • Se a diarreia persistir por mais de 24 horas;
  • Febre alta (38,5°C ou mais);
  • Fezes com sangue;
  • Fezes pretas.

Esses sintomas acima descritos indicam uma emergência.

Diagnóstico da diarreia

O médico irá realizar um exame físico e solicitar outros exames para determinar o que pode estar causando sua diarreia. Dentre os quais incluem:

  • Exame de sangue;
  • Exame de fezes;
  • Colonoscopia (exame que permite a visualização do interior do reto);
  • Sigmoidoscopia (exame que permite a visualização da parte inferior do intestino grosso).

Tratamento da diarreia

O tratamento para diarreia normalmente tem de substituir os líquidos perdidos. Isso significa que você deve beber bastante água ou uma outra bebida conhecida por hidratar, a exemplo da água de coco ou de alguma bebida esportiva.

Em casos mais graves, a obtenção de fluídos pode ser feita através de terapia intravenosa. Se a causa da sua diarreia for uma infecção bacteriana, o médico pode determinar o uso de antibióticos. No geral, o médico irá decidir o seu tratamento com base:

  • Na gravidade da diarreia;
  • Na frequência da diarreia;
  • Na condição em que ela está relacionada;
  • No seu grau de desidratação;
  • Na sua saúde geral;
  • Na sua idade;
  • No seu histórico médico;
  • Na expectativa de melhoria da sua condição.

Como prevenir a diarreia?

Embora a diarreia pode ocorrer por várias razões, existem medidas que você pode tomar para diminuir seu risco, dentre as quais:

  • Mantenha as áreas de preparação dos alimentos sempre limpas;
  • Lave bem os alimentos quando necessário;
  • Sirva o alimento imediatamente após o preparo;
  • Lave bem as mãos, sempre usando um sabonete (mínimo 20 segundos);
  • Guarde no refrigerador os alimentos que sobram das refeições;
  • Evite banhos de mar em regiões super lotadas, especialmente durante o verão.
  • Evite tomar água da torneira.

Como você viu, a diarreia é algo bastante comum e que na grande maioria das vezes não resulta em maiores problemas. Os bebês e as crianças menores necessitam um pouco mais de cuidado. Para todos os casos, procure ajuda médica se não souber o que fazer.

O artigo foi útil para você? Comente, curta ou compartilhe.

Leia também:
Doença de Crohn – Aprenda agora tudo sobre essa doença
Aprenda a tratar a diarreia em casa com tranquilidade
DIARREIA: 10 ALIMENTOS BENÉFICOS

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

  • Publicidade